Pesquisa aponta necessidade de inovação em materiais

28/08/2019

Um estudo realizado pela Lycra apontou a importância das empresas do setor têxtil e de confecção inovarem em materiais para continuarem conquistando consumidores. Na pesquisa, entrevistadas do sexo feminino de cinco países indicaram que um importante motivador para a compra de denim é a capacidade de mover-se confortavelmente e a retenção duradoura da forma do jeans. Os resultados apontam, porém, uma lacuna considerável entre as expectativas das mulheres e a experiência com as roupas disponíveis no mercado.

Em entrevista ao site do Congresso Internacional Abit, que debaterá esse tema no painel “A transformação através dos materiais”, o gerente técnico da Lycra, Rodolfo Cardoso, explica que esse dado é um indicativo da necessidade de inovação em materiais. “O futuro está relacionado com a sustentabilidade e roupas inteligentes, unindo performance com conforto”, detalha.  E completa: “para mim, isso pode ser traduzido em um consumidor consciente do seu papel de cidadão. Ele é conectado com o ambiente e busca combinar a estética à modelagem, durabilidade, leveza e retenção de forma”. Para ele, os materiais com essas características serão tendência global em inovação.

Rodolfo acredita também que as roupas inteligentes são o futuro do segmento. De acordo com o estudo, 20% dos consultados achariam excelente utilizar roupas com os sensores inteligentes anexados e 15% são a favor da tecnologia acoplada na própria construção da peça. Rodolfo lembra ainda um fator histórico que comprova como as inovações em fibras e materiais têm importância na evolução da ciência têxtil. “Estamos comemorando os 50 anos do primeiro passo do homem na superfície da lua. Essa conquista não teria sido possível sem o traje espacial composto por fibras e materiais com alta tecnologia”, conta.

O executivo finaliza destacando a importância do Congresso Internacional Abit na discussão de temas como o da inovação. “É uma grande oportunidade reforçar a conscientização da indústria, de conectar e compartilhar conhecimento para progredir em um ambiente colaborativo e, assim, fornecer soluções para os consumidores", conclui.

Debate sobre inovação

O painel “A transformação através dos materiais” acontece durante o primeiro dia do evento. A discussão aborda a disseminação, desenvolvimento e aplicações de fibras, fios e novos materiais capazes de integrar funcionalidades e propriedades físicas, químicas e biológicas, com usos em diferentes finalidades. Entre os palestrantes estão Carlos H. Gonzalez, diretor do Setor de Fibras da América Latina da Wood Mackenzie; Paulo Coutinho, gerente do Instituto Senai de Inovação em Biossintéticos e Fibras, do Senai Cetiqt, e Raul Fangueiro, coordenador Fibrenamics, da Universidade do Minho.

 Clique aqui para se inscrever e conferir a programação completa.

 

Fonte: site Congresso Internacional Abit