Trama Afetiva se consolida e registra recorde de público

03/09/2019

Estabelecendo-se como um festival multicultural ao ocupar o Centro Cultural São Paulo, um espaço de convergência artística e social da capital paulistana, a Trama Afetiva bateu recorde de visitantes em sua 3ª edição ao receber mais de 600 pessoas nas diversas atividades realizadas - como oficinas, masterclass, painéis, exposições, filme e shows -, aí incluídas uma média de 20 atividades abertas e gratuitas para o público em geral.

Nesta edição, sob o tema “Um novo passo rumo à Economia Circular”, 13 profissionais previamente selecionados de várias regiões brasileiras participaram de uma verdadeira imersão sensorial e criativa ao serem desafiados a trabalhar colaborativamente com uma nova matéria-prima - um feltro feito a partir da desfibração de peças que retornam por motivo de trocas realizadas nas lojas da Cia. Hering -, que foi submetida a um novo processo de tecelagem industrial com a tecnologia da empresa paulista Feltros Santa Fé.

Materiais e oficina do evento

“Percebemos a evolução do evento até mesmo pelo perfil dos inscritos”, analisa Jackson Araujo, que divide a direção criativa e de conteúdo do projeto com Luca Predabon.

Dentro desse contexto de construção colaborativa dentro da Oficina Trama Afetiva, a 3ª Trama Afetiva contou com a participação dos paulistas Guilherme Diniz (estilista, mestre em design têxtil e moda e educador), Juliana Yoshie (designer de moda), Luccas Morais (designer gráfico), Lucas Navarro (DJ, produtorx e performer), Paloma Gervasio da Silva Botelho (stylist e idealizadora do Projeto Afro: Passado, Presente e Futuro), Rafael Silvério (designer de moda), Renata Dias Nascimento (costureira), e Vinicius Valério Teixeira (designer de produto e diretor de arte) e e Stephan Maus (designer de moda e fundador do projeto Botão de Flor). Vindos de fora de São Paulo, estão: Maira Gouveia (artista têxtil e designer), de Minas Gerais; Mauricio Duarte (estudante de moda) é do Amazonas; Renata McCartney, (designer de interiores) atua no Paraná e Vinicius Almeida (designer de moda), que é do Rio de Janeiro.

Participantes da oficina do 3º Trama Afetiva 

Outro importante diferencial dessa edição foi incluir atividades que evidenciaram a importância da representatividade social e de gênero dentro dos processos criativo, produtivo e de consumo.

O resumo de todo o trabalho, reunindo o conteúdo e metodologias desse novo paradigma de produção e consumo, será alvo de uma publicação a ser distribuída, gratuitamente, para escolas públicas e entidades privadas sem fins lucrativos voltadas para a educação e arte, assim como disponibilizado para download gratuito na internet. 

*Crédito de imagem: divulgação