FecomercioSP instrui comerciantes pela simulação da tarifa branca de energia elétrica

05/03/2018

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), por meio do seu Conselho de Sustentabilidade, entende que a adesão à tarifa branca de energia elétrica possa oferecer benefícios aos comerciantes e orienta que os mesmos façam uma simulação online. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) oferece, desde janeiro, aos consumidores de baixa tensão, entre eles lojas, escritórios, pequenas oficinas e edifícios comerciais, a opção da nova modalidade tarifária, para quem consiga concentrar a maior parte do seu consumo fora do horário de ponta.

Desta forma, o próprio comerciante pode entrar no simulador disponível no site da sua concessionária de energia elétrica (por exemplo, o da AES Eletropaulo na capital paulista e mais 23 municípios da região metropolitana).

Os estabelecimentos com consumo mensal acima de 500 kWh com novas instalações podem optar pela modalidade, que pratica a cobrança mediante ao horário do consumo. Não existem custos envolvidos, incluindo a instalação do medidor, que deve ocorrer em até 30 dias da solicitação.

De acordo com a FecomercioSP, caso o estabelecimento feche às 18h, a tarifa branca é muito válida em grande parte dos casos, porém a simulação ainda assim é de total importância. Caso o comerciante opte pelo serviço e não o aprove, basta solicitar o retorno da tarifa convencional e esperar, no máximo, até 180 dias.

O presidente do Conselho de Sustentabilidade da FecomercioSP, Prof. José Goldemberg, evidencia que é um momento essencial para o consumo de energia elétrica consciente. “Do ponto de vista estratégico, a disponibilização da tarifa branca no Brasil significa uma tentativa de equilíbrio no consumo, visando minimizar a sobrecarga das distribuidoras em alguns horários e extrema ociosidade em outros", declarou.

Descontos

Aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o horário de ponta varia entre as distribuidoras de energia elétrica. Levando em conta o Estado de São Paulo, o tempo é das 18h às 20h59, com exceção das áreas atendidas pela Bandeirante Electro e a AES Eletropaulo, que é das 17h30 às 20h29.

Os descontos, em torno de 20% a 25%, são aplicados em períodos fora do consumo de ponta, em contrapartida as distribuidoras serão responsáveis por acréscimos de 15% a 30% em horários críticos e de 80% a 110% para as tarifas intermediárias (uma hora antes e uma hora após o horário de ponta). Os preços ainda são variáveis dependendo da distribuidora de cada região correspondente.

Mais informações da tarifa bancária podem ser consultadas pelo site da Aneel.





Área do Associado
Esqueci minha senha