Encontro da Frente Parlamentar do Setor debate agenda de trabalho para 2018

08/03/2018

A Abit realizou nesta quarta-feira (7), um café da manhã com a Frente Parlamentar Mista para o Desenvolvimento da Indústria Têxtil e de Confecção, em Brasília (DF). O encontro contou com a participação de parlamentares, autoridades, entidades e empresários do setor. Na oportunidade, foram debatidos temas que irão permear a agenda de trabalhos para 2018.

Da dir. p esq: dep. Otavio Leite, Fernando Pimentel, dep. Henrique Fontana, dep. Vanderlei Macris, Ministro do MDIC, Marcos Jorge de Lima, dep. Zeca Dirceu, e dep. Peninha

Fernando Pimentel, presidente da Abit, acredita que a reunião é importante para que haja uma integração sobre as demandas da indústria da moda. “Aqui mostramos os resultados do setor em 2018 e apresentamos a agenda de trabalho em busca da legítima defesa dos interesses do setor. Por isso, conclamo para que trabalhemos juntos. Assim, teremos força para promover a plena realização de nossas necessidades, gerando emprego e investimentos”, declarou.

O coordenador da Frente Parlamentar na Câmara, deputado federal Vanderlei Macris (PSDB/SP), enfatizou o cenário atual do País e que são necessários estímulos para que os pleitos do setor sejam pautados. “ O Brasil passa por uma das suas piores crises. O caminho para mudar é empreender. Para isso, precisamos de ação, estimular parlamentares, setor produtivo e governo para encontrar fórmulas para este setor. Por isso, apresentamos propostas e ações para trazer empregabilidade”, disse.

“Estamos envolvidos com a Abit para que os projetos possam receber respostas que atendam às demandas do setor. Afinal, são mais de 1.500 milhão de pessoas trabalhando nesta área. É necessário fortalecer esse grande empregador”, reforçou o senador Dalírio Beber (PSDB/SC), também coordenador da Frente no Senado.

O Ministro do MDIC, Marcos Jorge de Lima, também esteve na reunião e comentou sobre competitividade. “Penso que é fundamental falarmos de ações que fortaleçam a indústria. É fundamental para o setor produtivo. Não é que não sejamos competitivos, mas precisamos de regras iguais às de outros países de mercado com os quais competimos, precisamos de mecanismos saudáveis e que não se apeguem a práticas desleais”, destacou.

Marcos Jorge de Lima, ministro do MDIC, comparece ao Café da Manhã e fala sobre competitividade no setor 

Fernando Pimentel apresentou, durante o encontro, dados da indústria têxtil e de confecção brasileira, além da agenda de propostas de projetos que fortalecem os pleitos do setor. Entre eles, a mudança no regime de bitributação de empresas que recolhem ISS e ICMS, a permanência das confecções no plano de desoneração da folha de pagamento e a sugestão de criação de um “cadastro positivo” para que companhias que são boas pagadoras possam obter juros menores em transações como investimentos.

Parlamentares, entidades e empresários durante Café da Manhã da Frente Parlamentar para o Desenvolvimento da Indústria Têxtil e de Confecção

Coordenadores regionais da Frente Parlamentar também marcaram presença no encontro: Gorete Pereira (PR/CE), Rogério Peninha Mendonça (PMDB/SC), Zeca Dirceu (PT/PR), Henrique Fontana (PT/RS), Otávio Leite (PSDB/RJ).





Área do Associado
Esqueci minha senha