Circuito Abit/Texbrasil abordou desafios e vantagens da indústria 4.0

12/04/2017

Realizado nos dias 4 e 5 de abril na cidade de Blumenau (SC), o Circuito Abit/Texbrasil recebeu um grande debate sobre a manufatura avançada. Em meio ao encontro de aproximadamente 500 interessados por inovação, a edição teve como tema principal “A indústria 4.0 no Contexto do Setor Têxtil e de Confecção”.

Evento foi realizado nos dias 4 e 5 de abril em Blumenau (SC).

Promotora do evento, a Abit foi representada pelo presidente Fernando Pimentel, que mencionou a contribuição de Santa Catarina para o cenário. “O estado sempre apresenta uma performance industrial boa, apesar   das dificuldades de infraestrutura do país”, apontou.

CEO da Renner, José Galló, se apresentou no primeiro dia do Circuito Abit/Texbrasil, abordando “A visão do varejo sobre as novas tecnologias na distribuição e sua integração com fornecedores”. A rede de lojas de vestuário passa por um processo de reestruturação visando mais agilidade nos processos de produção.

“Para ser rápido, é preciso ser simples. Neste processo ficou claro que foco é o que você tem que deixar de fazer e não o que você tem que fazer”, comentou Galló, evidenciando os benefícios do conceito de “fast retail”.

O evento também apresentou várias palestras, análises e painéis, focados nos esclarecimentos de dúvidas a respeito do tema voltado ao setor têxtil, priorizando os detalhes da quarta revolução industrial.

O Circuito Abit/Texbrasil contou com patrocínio do Fiesc-Senai, Sintex, SCMC, Associação Brasileira de Químicos e Coloristas Têxteis (ABQCT), do Sindicato das Indústrias do Vestuário de Brusque, Botuverá, Guabiruba e Nova Trento (SindiVest) e do Sindicato das Indústrias de Fiação e Tecelagem de Brusque, Botuverá e Guabiruba (Sifitec).

As apresentações permitidas pelos palestrantes estarão disponíveis somente para os congressistas.





Área do Associado
Esqueci minha senha