C&A divulga relatório global de sustentabilidade

02/08/2018

A C&A cumpriu suas metas de sustentabilidade para 2020, bem como os compromissos com foco nos três pilares da estratégia global: produtos, rede de fornecimento e vidas sustentáveis. É o que conta no Relatório Global de Sustentabilidade 2017, que a empresa acaba de divulgar. 

“Nosso progresso em 2017 é resultado direto de como a sustentabilidade está inserida em todas as nossas ações comerciais. A sustentabilidade é parte importante de como desenhamos e produzimos nossas peças, garantindo que foram fabricadas de forma a respeitar pessoas, animais e o meio ambiente”, relata Jeffrey Hogue, Diretor Global de Sustentabilidade da C&A. 

Imagem do Relatório Global de Sustentabilidade 2017

Entre os destaques do documento estão o compromisso de ter, até 2020, 67% de todas as suas matérias-primas advindas de fontes mais sustentáveis. Atualmente, mais de 65% do algodão utilizado pela C&A no mundo possui certificação de algodão orgânico ou é produzido de acordo com os padrões Better Cotton (algodão BCI); em 2016, essa taxa era de 53%.  A C&A também se mantém como a maior compradora no mundo de algodão orgânico certificado*. Além disso, 44% das matérias-primas usadas nas coleções da C&A – como algodão, viscose e poliéster – agora são adquiridas de forma mais sustentável. 

Na Europa e na China, a C&A se comprometeu com a obtenção de 100% de suas fibras de celulose artificiais a partir de fornecedores que não utilizam madeiras de corte retiradas de florestas nativas e ameaçadas no mundo. Recentemente passou a fabricar seus primeiros produtos com nylon reciclado: a linha de lingerie certificada pelo Global Recycled Standard

A empresa também divulga a lista de fábricas de fornecedores e o Relatório Anual do Instituto C&A.

 





Área do Associado
Esqueci minha senha